Implantes

Implantes

Implantes

Implantes dentários são raízes artificiais de titânio instaladas por uma cirurgia simples, rápida e indolor.

Os Implantes substituem raízes de dentes perdidos e dão suporte a uma prótese, que funcionará como dentes naturais. Contribuindo assim para uma melhor aparência física e função mastigatória.

É indicado para pacientes com perda parcial ou de todos os dentes.

O implantes é fixado no osso na região onde não existe mais dentes e nem as raízes dos dentes, após a instalação na maioria dos casos são necessários  6 meses para que eles sejam totalmente aderido ao osso aasim formando a remodelação óssea em torno dos implantes e só assim é confeccionado o dente que se encaixa nos implantes.

Existe casos que é possível instalar próteses imediatamente após a instalação dos implantes para que o paciente não fique sem dente, por exemplos em casos estético. Atualmente temos diversos modelos de implantes com diferentes diâmetro e altura,por isso o profissional exige dos pacientes exames complementares como radiografias e tomografias para planejar e indicar o modelo correto para cada caso.

  • Você é um candidato ideal caso:

Esteja faltando um ou mais de seus dentes

Seu crescimento maxilar esteja completo

Sua prótese removível não esteja confortável e/ou esteticamente adequada

Falta estabilidade e retenção em sua prótese removível

Sua prótese o deixe inseguro

Tenha dificuldade na mastigação

Necessite de auxílio nos movimentos dos tratamentos com aparelhos ortodônticos 

  • Fases do Implante

1º) Exames clínicos e diagnóstico:

Nessa fase será avaliada a sua história clínica e efetuados os exames complementares.

2º) Cirurgia para instalação do implante:

É um processo simples e particular a cada tipo de tratamento e paciente. Iremos orientar-lhe sobre cada passo desse processo.

3º) Pós-operatório:

A recuperação de um implante dentário é muito rápida. Informaremos todos os procedimentos para que a sua recuperação ocorra de forma eficiente e sem dor. É fundamental que o paciente siga à risca todas as instruções passadas.

4º) Moldagem, confecção e instalação da prótese dentária:

Podem ser feitas imediatamente após a instalação dos implantes ou de três a seis meses após a fase cirúrgica, dependendo do tipo de osso e do local do implante.

5º) Manutenção e higienização bucal:

A manutenção e a higienização adequadas são fundamentais para o sucesso do implante. Orientaremos qual é a melhor forma de você cuidar da sua prótese. Mas, vale lembrar, que uma correta higienização bucal e visitas periódicas ao dentista são essenciais.

  • Dúvidas Frequentes

Material utilizado para os implantes dentários?
Em titânio, com o tratamento de superfície.

Como fazer nos casos em que há pouco osso para fazer um implante odontológico?
Existem procedimentos como enxertos autólogos e homólogos.

Quanto tempo dura um implante? E quais cuidados devo ter para tornar a vida útil dele maior?
Temos casos na literatura de implantes com mais de 40 anos em boca e funcionando, mas isso depende muito da colaboração do paciente para a manutenção desse implante. A higiêne associada a consultas periódicas do profissional proporciona essa possibilidade de longa duração.

O que é Osseointegração?
É o processo de cicatrização óssea ao redor do implante. Onde o osso vai anquilosar (calseificar) no titânio.

  • Benefícios

Segurança: Saber que a prótese é fixa e não vai ser removida;

Melhora a estética;

Conforto: próteses removíveis são desconfortáveis e difícil de se adaptar para quem usa;

Alimentação;

Melhora funcional;

Preservação das estruturas adjacentes;

Melhora a autoestima.

 

  • Enxerto  ósseo

A perda do elemento dentário faz com que ocorra a reabsorção óssea causando assim uma atrofia na maxila ou mandíbula, com isso, fica difícil instalar um implante aonde tem pouca estrutura óssea.

Em situações assim, temos que lançar mão de técnicas reconstrutivas, existem diversas formas de fazer essa reparação óssea, como, enxertos feitos a partir do próprio osso do paciente(autógeno), enxertos feitos com osso de banco de tecidos(homógenos) o qual é mais utulizado na nossa clínica.

Os enxertos nos trazem espessura óssea, onde ocorre a a integração dos tecidos perdidos, como cavidades levantamenti de seios maxilares e reconstruções alveolares.

  • Cirurgias reconstrutivas com Plasma rico em fibrina

O Plasma Rico em Plaquetas é uma técnica inovadora e revolucionária que consiste em infiltrar nos pacientes uma alta quantidade de células capazes de estimular a regeneração tecidual, as plaquetas. O PRP é um produto derivado do processamento laboratorial do sangue periférico do paciente (autógeno).

O plasma rico em plaquetas autólogo foi descrito primeiramente no início dos anos 1970 e a sua aplicação em procedimentos cirúrgicos acontece desde 1989. É um produto orgânico, que não causa alergia ou tem efeito colateral grave por ser obtido do sangue do paciente.

Quando essas células são ativadas e infiltradas no paciente, elas liberam fatores de crescimento em altas concentrações que aceleram o processo de reparo e cicatrização, diminuindo a lesão e aumentando a qualidade do tecido regenerado.

A tendência atual na medicina estética é a utilização de produtos que promovem a revitalização tecidual, o plasma rico em plaquetas promove a autoreparação dos tecidos, aprimorando um mecanismo já existente no nosso organismo.

Diversos trabalhos científicos de nível máximo de exigência (Nível I) vem reafirmando a eficiência dos fatores de crescimento no reparo dos tecidos.

A técnica que sugerimos como primeira opção, que tem sido descrita pela comunidade científica como a mais avançada, é o enxerto ósseo com Plasma Rico em Fibrina (PRF). Trata-se de uma técnica que oferece ao paciente uma cicatrização mais rápida e com maior tranquilidade no pós-operatório de cirurgias reconstrutivas. O PRF é um material obtido por meio de uma punção sanguínea do paciente, igual a que é realizada em coletas para exame de sangue. Após, o material é centrifugado e obtemos o PRF. Adicionado a outros materiais, ou empregado individualmente, pode ser utilizado nas mais diversas formas ds de enxertia óssea.

Como nessa técnica não há necessidade de remoção de tecido ósseo de uma área doadora, o desconforto pós-operatório fica substancialmente reduzido

Veja também

Outros Procedimentos

Toxina Botulínica

Toxina Botulínica

Procedimentos
A toxina possui propriedades responsáveis por relaxar e paralisar a...